Mais saúde com Vinylmatt

Mother and daughter coloring together --- Image by © Fancy/Veer/Corbis

A CIN vê mais um produto do seu portfolio ser reconhecido pelas suas propriedades. Desta feita, após ensaios realizados no LQAI (Laboratório da Qualidade do Ar Interior), a tinta aquosa Vinylmatt foi classificada como A+, o que a torna na única tinta, em Portugal, a possuir a classificação máxima na Qualidade do Ar Interior, segundo a legislação francesa, a mais exigente na Europa.

A qualidade do ar interior é um tema que tem vindo a ganhar crescente preocupação junto das comunidades científica, técnica e política, devido ao agravamento das doenças cuja causa lhe é atribuída – como a asma e outras doenças do foro respiratório.

Nos espaços interiores há menor ventilação e o ser humano fica mais sujeito às substâncias poluentes libertadas por produtos de limpeza, materiais de construção, alcatifas, mobiliário, entre outros. É, por isso, cada vez mais importante o recurso a materiais com baixo nível de emissão de substâncias poluentes.

Da análise feita às 14 substâncias nocivas previstas na legislação francesa, não foram encontrados vestígios de nenhuma delas em Vinylmatt, motivo pelo qual esta tinta recebeu aquela classificação pelo laboratório LQAI.

O Decreto-Lei nº 79/2006, também conhecido por Regulamento dos Sistemas Energéticos de Climatização em Edifícios (RSECE), estipula objectivos de qualidade do ar interior, que o Vinylmatt cumpre e ultrapassa, como estes ensaios no LQAI vêem comprovar.

Vinylmatt é uma tinta aquosa extra mate que permite disfarçar as imperfeições nas paredes e está disponível em milhares de cores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *