“Pintar uma ou duas paredes é algo fácil”

 “Pintar uma ou duas paredes é algo fácil e razoavelmente económico e que pode marcar a diferença”. Quem o diz é Sofia Pinheiro, que defende que “os portugueses não devem ter medo de arriscar” na hora de pintar a casa. A designer gráfica e de interiores, autora do blog projectos3R ,  foi uma das color advisers que participou este ano no Pintar Antes de Pintar.

1) Se pudesse dar um só conselho sobre cor a todos os portugueses, qual seria?
O que eu gostava de transmitir a todos os portugueses é que não devem ter medo de arriscar. Pintar uma ou duas paredes é algo fácil e razoavelmente económico e que pode marcar a diferença. Ao contrário de investimentos mais significativos, como estofar de novo um sofá, trocar de tapetes ou de móveis, a aplicação de uma nova cor na parede, implica apenas duas ou três latas de tinta e uma ou duas tardes de um fim-de-semana. O resultado pode ser verdadeiramente espectacular com um investimento mínimo.

2) Quais os principais problemas/ questões que as pessoas colocam a uma color adviser?
As principais questões colocadas a um Color Adviser prendem-se com alguns mitos instalados. Um espaço pequeno tem de ser sempre branco ou de cor muito clara? A resposta é não. Embora as cores claras ampliem visualmente um espaço, há diversos elementos a ter em conta, como o tipo de pavimento, as cores dos móveis, a iluminação natural e artificial. Pode ser muito mais interessante para um espaço pequeno a pintura das paredes com uma cor-tendência, que empreste alguma personalidade ao ambiente, fazendo depois o equilíbrio com um pavimento claro, transparências nas janelas e uma boa iluminação.
Outro dos mitos é que as cores nas paredes se tornam rapidamente cansativas. Não nos cansamos do azul do mar ou do verde de um jardim. Apenas devemos ter cuidado com as tonalidades escolhidas: cores muito intensas e vibrantes devem ser utilizadas com moderação e em áreas reduzidas, quanto às cores mais suaves, podem induzir estados de espírito mais repousantes e criar ambientes mais confortáveis, sendo por isso uma aposta segura.

3) As tendências de cor mudam todos os anos. É possível estar na moda sem repintar constantemente um espaço?
Há tendências que mudam todos os anos e outras que nos acompanham por mais algum tempo. Através das revistas da especialidade, de blogs e sites ou do aconselhamento com profissionais da área, é possível ter uma melhor percepção das cores que se poderão manter mais algum tempo e conjugá-las depois com acessórios nas cores de tendência mais passageira. Diria que hoje em dia há uma tendência para paredes neutras, desde os tons mais escuros aos mais claros, toda a gama de cinzentos, bejes, camurças, tons de pedra, mármores, granitos e ardósia, e que se deverão manter por mais alguns anos, podendo depois ser combinados com acessórios em cores de tendência mais efémera como os neon ou os tons pastel.

Uma resposta a ““Pintar uma ou duas paredes é algo fácil”

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *